Cadernos de Estudos Sefarditas

2.º semestre 2019

21

ISSN: 1645-1910

Parte I: Artigos

Revital Refael Vivante (Bar Ilan University) – Artistic-Rhetoric Expressions of the Jewish-Christian Debate in the Medieval Hebrew Fables: The Dove and the Raven as Allegorical Figures

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 11-28

palavras-chave

Disputa religiosa; alegoria; fábula; Meshal Haqadmoni; Castela; século XIII

resumo

A realidade histórica pode afectar o texto literário artístico? Sabemos que existe uma afinidade entre a realidade histórica e os textos literários a nível temático; por exemplo, o texto pode refletir e expressar críticas políticas ou sociais. Neste artigo, gostaria de aprofundar esta questão e salientar que a ligação não é apenas temática, mas afecta também as formas de concepção artística. Proponho centrar-me em dois meios artístico-literários, a “alegoria” e a “fábula”, e mostrar como foram utilizados como instrumentos retóricos em debates medievais entre judeus e cristãos, correspondendo ao texto literário e tornando-se um instrumento artístico-literário central. Discutirei também como estes dois termos, “alegoria” e “fábula”, que serviram como componentes do comentário cristão à Bíblia e como instrumentos retóricos nos debates, são expressos na literatura hebraica secular. Isto será demonstrado através da discussão sobre a imagem do corvo e da pomba que se manifestam na quarta porta do Meshal Haqadmoni, de Isaac Ibn Sahula (Castela, 1281).

 

Daniel Martín González (Universidad Complutense de Madrid) – Hidden vs. Overt Protestant Propaganda in an Educational Book in Judeo-Spanish: Alexander Thomson’s Silaƀario (Constantinople, 1855)

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 29-47

palavras-chave

Ideologia; proselitismo; textos sefarditas aljamiados; Istambul; século XIX

resumo

O presente trabalho centra-se na análise de uma obra escrita em judeo-espanhol aljamiado pelo missionário protestante escocês Alexander Thomson (1820-1899), Silaƀario o Ayuđa para Amṿeźar a Meldar para el Uśo de las Escolas de los ĵudiós Sefaradim (1855). Este ministro integrava a Igreja Livre da Escócia, uma cisão evangélica da Igreja nacional da Escócia, surgida em 1843, com um forte enfoque prosélito. Thomson, enviado como missionário a Istambul em 1847, escreveu este livro com fins supostamente didácticos, nomeadamente, o de ensinar a ler em judeo-espanhol aljamiado a crianças sefarditas do colégio que ele mesmo fundara e onde era professor. O objectivo fundamental deste estudo é demonstrar como funcionava o proselitismo religioso, apresentando a hipótese de que este era essencialmente dissimulado, sem referências a figuras como o Messias.

  

Luis Gil Fernández (Universidad Complutense de Madrid) – Matias Bicudo Folgado a Don Juan de Austria, sobre cómo montar una red de espionaje

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 49-69

palavras-chave 

Lourenço Pires de Tavora; Pío V; don Juan de Austria; Melchiorre Guilandino

 

resumo

Matias Bicudo Folgado, cristiano nuevo portugués residente en el Cairo, contratado como espía por Lourenço Pires de Tavora y los siguientes embajadores de Portugal en Roma de 1560 a 1570, hizo también servicios de información para el papa Pío V y don Juan de Austria. Conspiró a favor de don Antonio de Portugal en Constantinopla de 1584 a 1586, y desde 1586 en Safi (Marruecos). La red de espionaje por él propuesta constaba de un espía principal en Constantinopla, dos receptores de avisos, uno en Ragusa y otro en Nápoles, y ocho agentes móviles. Bicudo sugería instalar en Constantinopla a Melchiorre Guilandino, ilustre catedrático de medicina en Padua, a quien conoció en el Cairo. Por ser natural de Valaquia, principado vasallo del Turco, tendría mayor libertad de movimientos. Noticia biográfica esta última importante y hasta ahora desconocida.

 

Daniela Cristina Nalon (Universidade Federal de Juiz de Fora) e Angelo Adriano Faria de Assis (Universidade Federal de Viçosa) – Félix Nunes de Miranda: um cristão-novo entre dois reinos, duas religiões e duas Inquisições

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 71-91

palavras-chave 

Relapsia; judaísmo; trajetórias sefarditas; redes sociais

 

resumo

O cristão-novo Félix Nunes de Miranda experimentou a amarga situação de ser preso e julgado pelas Inquisições de Llerena e Lisboa. Figura controversa e camaleônica, por um lado, acusado de judaísmo, por outro, defendido por padres e representantes eclesiásticos, este indivíduo, apesar de possuir uma trajetória semelhante a de tantos outros neoconversos, torna-se único quando tomamos contato com sua documentação. Félix era homem de negócios variados, com ramificações em diversos espaços da presença portuguesa e sefardita na Modernidade, ligado a importantes redes comerciais e de contatos. Teve a rota de sua vida e de familiares completamente modificada pela ação da Inquisição. Processado duas vezes, considerado relapso no judaísmo, acabaria condenado à morte, exemplo dos rigores e intolerâncias da perseguição do Santo Ofício na Modernidade. Este artigo objetiva analisar a trajetória de Félix Nunes de Miranda e compreender os motivos que o levaram a ser duplamente processado pelo Santo Ofício, assim como as redes de sociabilidade que mantinha e permitiram que resistisse, dentro do possível, aos rigores da Inquisição.

 

 

Parte II: Notas de investigação

Cristina Ohana (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) – A Epistemologia de Maimônides no Guia dos Perplexos

Cadernos de Estudos Sefarditas 19 (2019): 92-114

 

Parte III: Crónicas

Carla Vieira (CHAM-NOVA FCSH; CESAB-FLUL) e Susana Bastos Mateus (CIDEHUS-UÉ; CESAB-FLUL; CEHR/UCP) – Congresso Internacional “Diásporas, Identidade e Globalização”. Bragança, 19 a 21 de Junho de 2019

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 117-121

Macarena Cordero Fernández (Universidad de los Andes, Santiago de Chile) – Lenguaje inquisitorial: Coloquio sobre Inquisiciones comparadas. Ciudad de México, 15 y 16
de octubre de 2019

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 123-126

Olivia Moreno Gamboa (Instituto de Investigaciones Filológicas – UNAM) – Seminario Internacional Historia de Las Inquisiciones – Santo Oficio y mundos coloniales. Santiago de Chile, 6-8 de noviembre de 2019

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 127-129

Maria de Fátima Reis (Centro de História da Universidade de Lisboa; CESAB-FLUL; Academia Portuguesa da História) – Portugal na IHRA – International Holocaust Remembrance Alliance. Luxemburgo, 2 a 5 de Dezembro de 2019

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 131-132

 

Parte IV: Recensões

Alex Kerner, Lost in Translation, Found in Transliteration: Books, Censorship, and Evolution of the Spanish and Portuguese Jews’ Congregation of London as a Linguistic Community, 1663-1810 (Leiden: Brill, 2018), 296 pp.
ISBN: 978-90-04-36705-0.

Carla Vieira

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 135-139


Antiguo Testamento & el arte Novohispano (Ciudad de México: Instituto Nacional de Bellas Artes, Museo Nacional de San Carlos, 2018), 264pp. ISBN: 978-607-605-577-9.

Susana Bastos Mateus

Cadernos de Estudos Sefarditas 21 (2019): 139-142